Novembro 17 2007
17/08/2007 19h57
Um resumo dos tempos...
Nasce uma menina, chorona as 9:15h AM, do dia 19 de Junho de 1974... Surge assim minha longa caminhada, o construir... Quando criança a inocência fez parte de mim, factores cognitivos e reais, caracterizando a sinceridade de uma menina, extremamente medrosa, e manhosa devido aos mimos exacerbados da vovó, do vovô e da Mamy... entre outras pessoas; Aos 14 anos dei o meu primeiro beijo...HUMHUM, foi em um show do grupo Legião Urbana, realmente inesquecível, mas por vários motivos, esta pessoa partiu, devido a factores os quais minha família prezava...Aos 17 anos tive meu primeiro trabalho \"registrado\", professora de Biologia, fui agraciada pelo prazer de que minha Directora na altura A Prof Lourdes Marques, devido a ser de menor de idd, mas estar na Universidade, assumiu a responsabilidade pelo meu trabalho...No final do ano Letivo, os meus alunos foram submetidos a uma avaliação de caracter Nacional, e na cidade de Uberlândia nesta altura,minha terrinha,em 1992, este foram classificados com as melhores médias da SRE...
Aos 19 anos casei-me, em 8 de Janeiro de 1994, e em 14 de Dezembro de 1994 às 16:15h, trouxe ao mundo uma bela vida, meu filho Matheus Henrique, entretanto meu casamento não deu certo, tipo incompatibilidade de objectivos e anseios, mas o Luís (Pai do Matheus), é uma pessoa espetacular no mundo dele, é claro, e o respeito imenso pelo excelente Pai que foi, é e de certeza sempre será... Portanto isto aconteceu aos 21 anos, e logo após, ou seja no mesmo ano, 1996, formei-me, Licenciatura em Ciências com Habilitações em Matemática, pela Faculdade Integrada do Triângulo, hoje UNITRI, e já lecionava nesta altura.(...)
Em 1998 conheci uma pessoa, a princípio um amigo, deu-me apoio, parecia alguém de bem, se calhar até era ou é, não sei, e também não me compete buscar explicações...Tivemos um relacionamento de algum tempo, e em virtude de alguns problemas de saúde que apareceram, tinha receio de depois ter dificuldades em ter outro filho, portanto resolvi engravidar, queria uma menina... E os anjinhos escutaram-me e dando-me como presente Uma princesinha, Maria Lethícia, que apesar de ter diversas complicações na gravidez e também no parto, foi a mim consagrada a honra de abrigar em meu ventre durante 8 meses e depois trazê-la ao mundo em 19 de Janeiro de 2000, às 16:15h, esta \"Alma abençoada\", somente depois pude então fazer meu re-transplante de córnea o qual tive uma rejeição em 1995, e estava na lista do Banco de olhos, quase perder por completo um dos meus sentidos mais importantes, a VISÃO, em Fevereiro de 2000, portanto consegui... Considero-me, privilegiada por Deus em Sua infinita bondade, por sempre amparar-me nestes momentos menos bons, principalmente no que tange a saúde e nem relatei de facto os acontecimentos, mais faz parte da minha história...Pois adqui a pouco começo a ter um livro de relatos médicos, laudas, prontuários entre outros...rsrsrsrs
Mas voltando ao Pai da minha filha, depois da separação em 2002, nunca mais voltei a vê-lo e muito menos ela... Acredito e tenho uma pontinha de pena, pois sei o que é a falta da presença de um PAI...
Mas se tem de ser, assim que seja...
Em 26 de Novembro de 2003 vim para Portugal, particularmente a ILHA DA MADEIRA, com alguém, um namorado, algumas pessoas podem julgar-me louca..., mas a vida tem destas coisas e NUNCA, mas NUNCA vou arrepender-me de nada que fiz, simplesmente são detalhes inerentes a minha vida, os quais construi ao longo do caminho que percorri, e que estou a percorrer, fora o que virá, e com muita força estou preparada para o que der e vier, cair e levantar, por vezes recomeçar...
Deste último relacionamento, para mim, somente vale a pena falar de nova fase de Caroline, um crescimento de cunho fulcral para a vida de qualquer pessoa... Tipo uma volta de 360º, o qual simplesmente tenho a agradecer a esta pessoa por ter através destas \"situações\", ter descoberto a minha importância e o meu amor próprio... E hoje tão somente continuo a crescer e após uma fase de análise interior, tipo valores e energias, auto-conhecimento, passo a fase de deixar o meu coração aberto, livre de preconceitos e tabus, mas objectivo, para que após um ano de separação, de estar só, possa deixar-me liberta, nua para entrar novamente em uma relação efêmera ou não, somente o TEMPO vai dizer, sem medo de sofrer, porque este factor faz parte das consequências naturais da vida como as decepcções, digo isto por acreditar que a decepcção é fruto de expectativas que depositamos em pessoas mas que não obtemos o feedback esperado... Portanto aceite a vida como ela é... Desta forma á noite quando das minhas orações peço a Deus a serenidade para aceitar o que eu não posso mudar, a coragem para mudar o que é preciso, a sabedoria para compreender a diferença: vivendo um dia a cada vez, aproveitando um momento de cada vez; aceitando as dificuldades como um caminho para a paz... E por deixar meu coração em paz, para que possa partilhar com alguém uma avassaladora paixão, que tenha a capacidade de renovar/inovar a cada dia...
Bjo
Ps: Coincidência ou não meus dois filhos nasceram a mesma hora....

AMO A VIDA E A ARTE DE VIVER... O PERDÃO SOMENTE É VERDADEIRO E DE CORAÇÃO QUANDO TEMOS A CAPACIDADE DE ESTENDER A MÃO, DAR, AJUDAR SEM NADA COBRAR, JULGAR E OU ATIRAR "PEDRAS", pois atira a primeira pedra quem não tiver pecados....

Publicado por Carolzita em 17/08/2007 às 19h57

publicado por simplesmentedetalhes às 11:22

mais sobre mim
Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


pesquisar
 
blogs SAPO