Março 01 2008
Bateste a porta, a oportunidade de entrar é exequível, a permanência é tua inteira responsabilidades...
O estar indo, é algo como deixa andar, e aprendi que as palavras tem poder, escritas, faladas, entre outras, portanto devemos dizer sempre que estamos em sinergia com a vida, mas por respeito aceito o "indo"....
Eu cá dou voltas, sempre, no que tenho a dizer....É meu jeito e como respeito a mim tambem faço pelos outros...
Namorar isto hoje é complicado, porque as pessoas estão com o descomplicometro sempre ligado e não sabem o fazer, portanto ainda não achei um maluquinho como eu, que entrasse nos parâmetros da questão...
Não sou uma muralha, também tenho meus momentos de tristeza e nostalgia, mas procuro pensar que por trás de uma coisa menos boa existe uma oportunidade de ser melhor.... a cada momento,,, amo la vita meravigliosa,,, per la ver te...
Por vezes nem mesmo esquecemos carregamos algo por muito tempo que nos amedronta, deixando por nos momentos fragilizados, e realmente somente nos próprios podemos encontrar as causas e circunstancias...
Mas acredite sempre que estamos assim Deus proporciona nos os sinais....

Conceito para o amor, contributo de alguém
"Sim os tempos mudam e eu acho que muitas pessoas, as boas e de sentimentos nobres procuram algo que as preencha sem forcar nada ou comandar ninguem, se as pessoas se complementam elas irão dar-se bem para sempre. A mim faz-me um pouco de confusao saber que pessoas que estiveram juntas durante 10 anos sim 10 anos e depois separam-se, que afinal correu mal ? Sinceramente não sei o que se passa com esses relacionamentos, sera que as pessoas realmente se amavam ou era algum comodismo instalado ou a rotina tomou conta da situação e deixou apagar a chama ?

Sei que nossa vida e dividida entre os amigos o trabalho e o amor e não podemos dedicar toda a nossa atenção para todas essas áreas, há situações em que damos menor atenção mas para mim enquanto acredito no amor moral , acho que o amor é e sera sempre universal , por isso acredito que numa relação ou há amor ou não há, e se ela termina ao fim de X anos é porque realmente nao existia amor ou então a pessoa se habituou a viver algo que não existia. "

Para mim:

Quanto a separar, posso falar com poder de causa, mas não no que concerne a tempo, no amor, existe o que alguém não detecta, que é estarmos em sintonia, porque temos que nos dividir sim, entre os amigos, família, filhos, trabalho, estudo, tantas coisas, mas acima de qualquer coisa existe o diálogo, o comunicar, fazer com que a mensagem, os momentos de ausência, sejam descodificados de uma maneira correcta, ou pelo menos mais próxima do certo, mas é difícil quando isto, não existe, ama-se, mas as mazelas cansam, exaurem, dai vem a distancia, por vezes indiferença, impaciência, ainda não encontrei alguém que me fizesse acreditar que posso amar incondicionalmente, mas acima de tudo antes de amar, devemos respeitar, e por estar banalizado qualquer um diz que ama, mas não respeita....
Acredito ainda na entrega da alma, e vou acreditar até o fim dos meus dias, e que existe uma estrela, na imensidão do universo, que é contemplada pela pessoa que ei de entregar esta parte sublime de mim...

Os conceitos e concepções do amor são distintos, mas ou se ama, ou não se ama, ou deixa de se amar, ou não deixa....

De facto não é difícil chegar do trabalho e manifestar carinho e atenção, "meravigliosa paura", este foi um algo que aprendemos, nunca estamos cansados para manifestar carinho, porque assim contribuimos para uma vida, uma energia que promove uma busca de ser, estar e permanecer, andar de mãos dadas, sentar em um sitio giro, conversar deitados a cama, olhando, contar como foi o dia, isto tudo tem-se tempo quando se quer....
Fazemos o nosso tempo... e também não é a quantidade mas a qualidade do que estamos dispostos a dar....

fragmentos de uma alma.....
publicado por simplesmentedetalhes às 20:51
Tags:

mais sobre mim
Março 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11

17
18
19
20

24
25
26
27

30
31


pesquisar
 
blogs SAPO