Novembro 10 2007
Olhando para trás, vejo que nunca imaginaria que minha vida tomasse o rumo que tomou... Mas... E agora? Sempre chega um ponto em que nos sentimos prontos para novos mergulhos no desconhecido e onde pressentimos que as coisas vão mais uma vez tomar novos caminhos. Parece que a vida nunca se cansa de nos surpreender, trazendo sempre coisas inesperadas... Sei que as coisas já mudaram muito nesses últimos tempos... Tanto que ainda nem me acostumei direito... Mas... Sabe aquela sensação de que o destino te aguarda na próxima esquina para trazer mais um pouco de tudo... é assim que me sinto hoje e de Uns poucos dias para cá... Por isso vou cuidar de não atrapalhar em nada com minhas expectativas e criações... Cada vez mais eu me convenço que a gente só atrapalha os planos do Universo quando interferimos com nossos caminhos criados pela mente. Coitada da minha mente racional, eu vivo pondo a culpa de tudo nela... Acho que agora ela até já aprendeu a ficar mais quietinha e não criar tanta ilusão... E buscar tanta solução para as coisas. Outro dia eu tive um sonho incrível e descobri que estava entrando em contato com uma nova história... Nova nessa vida, porque para a minha Alma já é uma história bem antiga... Depois, tive outro sonho, tão ligado ao primeiro, que logo busquei fazer as “interpretações” buscando informações aqui e ali... E quando dei por mim já tinha criado uma história inteira e o pior... já ia acreditando nela. Aí eu pensei... E se o que a minha Alma quer me mostrar for muito diferente dessa história que inventei a partir desses sinais... Eu vou só atrapalhar... Então decidi ser receptiva ao que o Universo estava me mostrando a partir desses sonhos... Sem interferir... só receber tudo com muito Amor e respeito... Eu sei que existe um ponto onde não podemos mais ir além só com os recursos da nossa razão, e a partir daí a entrega e a receptividade podem abrir um espaço para que o Grande Mistério nos traga o que é muito melhor do que aquilo que jamais imaginamos... É só aguardar... Fiquei pensando, como a terra ao receber uma semente a acolhe criando o ambiente necessário para que ela cresça respeitando a sua natureza... Ela não interfere em nada tentando mudar a natureza essencial dela, como fazemos ao receber uma semente de idéia que nos chega em sonhos e sincronicidades... O Grande Mistério nos envia esses presentes que já contêm a informação necessária para se tornar um projeto perfeito... E nós logo queremos interferir nessas idéias, sem esperar que elas desabrochem e revelem a sua natureza original... Vou buscar no silêncio me inspirar na natureza Feminina e Receptiva da Mãe Terra para que as minhas ações prematuras não apressem nem mudem o que já vem perfeito... (Rubia Dantés)
Adaptado em parte à minha vida.....
Carol

17/03/2006
publicado por simplesmentedetalhes às 03:41

mais sobre mim
Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


pesquisar
 
blogs SAPO