Março 28 2008
Anichado sobre teu colo esqueço a tormenta.
Aqueço minha alma gelada, em teu corpo, libertando aromas de vida,
agrilhoados em séculos de solidão.
Teu corpo é vida, é esperança, é sonho do marinheiro, é bonança.
Teu corpo é mundo, é plenitude, é descanso de guerreiro, é virtude.
Sossego meu ser. Sentindo tuas contracções de amor, sinto-te, sinto-me, viver…


beijo
deli...
Delicatessen Alexandre

Obg pelo carinho...
Carolzita

Publicado no Recanto das Letras em 24/08/2006
Código do texto: T224336
publicado por simplesmentedetalhes às 22:12

mais sobre mim
Março 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11

17
18
19
20

24
25
26
27

30
31


pesquisar
 
blogs SAPO