Março 28 2008

O amor não tem idade, nem raça, nem nacionalidade, não prende-se, mas desenvolve, consoante nossas permissões... Não acredito que o amor possa ser único, incondicional sim, pela devida dimensão, a vasta gama de sentimentos que carrega, o que o difere são as pessoas, coisas entre outros que depositamos, o amor tem várias facetas. formas, intensidades e isto o torna especial e peculiar... Em meio a desejos, delírios, loucuras, sanidade, insanidade, qualquer que seja... o Amor é o carro chefe, deixa mazelas, sequelas mas sempre, sempre vale a pena ....AMAR....

Carolzita
Publicado no Recanto das Letras em 13/05/2007
Código do texto: T486025
publicado por simplesmentedetalhes às 22:46

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Março 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11

17
18
19
20

24
25
26
27

30
31


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO