Maio 22 2008

Abraçou-me como se abraça o tempo, a vida num momento em gestos nunca iguais... E partiu, sem me dizer o nome, levando-me o perfume de tantas noites mais... Esta noite sou dono do céu, e eu não sei quem te perdeu.

publicado por simplesmentedetalhes às 21:12

mais sobre mim
Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16
17

18
20
21
23
24

25
26
27
28


pesquisar
 
blogs SAPO